MEIO AMBIENTE – A paz está em nossas mãos

Engaje-se no movimento internacional pela cultura de paz e não-violência

Porque o ano 2000 deve ser um novo começo, uma oportunidade para juntos transformarmos a cultura de guerra e violência em uma cultura de paz e não violência.

Porque uma transformação como essa exige a participação de cada um de nós, e deve oferecer aos jovens e às gerações futuras valores que os ajudem a construir um mundo baseado em justiça, solidariedade, liberdade, dignidade, harmonia e prosperidade para todos.

Porque a cultura de paz torna possível o desenvolvimento sustentável, a preservação do meio ambiente e o bem-estar de cada um.

Porque eu tenho consciência de minha parte da responsabilidade em face do futuro da humanidade e, em particular, das crianças de hoje e de amanhã.

Eu me comprometo em minha vida cotidiana, na minha família, no meu trabalho, na minha comunidade, no meu país e na minha região a -


1. `` Respeitar a vida`` - Respeitar a vida e a dignidade de cada ser humano sem discriminação nem preconceito.

2. `` Rejeitar a violência`` - Praticar a não-violência ativa, rejeitando a violência em todas as suas formas - física, sexual, psicológica, econômica e social, em particular contra os mais desprovidos e os mais vulneráveis, tais como as crianças e os adolescentes.

3. `` Ser generoso`` - Compartilhar meu tempo e meus recursos materiais no cultivo da generosidade e por fim à exclusão, à injustiça e à opressão política e econômica.

4. `` Ouvir para compreender`` - Defender a liberdade de expressão e a diversidade cultural privilegiando sempre o diálogo sem ceder ao fanatismo, à difamação e à rejeição.

5. `` Preservar o planeta`` - Promover o consumo responsável e um modo de desenvolvimento que respeitem todas as formas de vida e preservem o equilíbrio dos recursos naturais do planeta.

6. `` Redescobrir a solidariedade`` - Contribuir para o desenvolvimento de minha comunidade, com a plena participação das mulheres e o respeito aos princípios democráticos, de modo a criarmos juntos novas formas de solidariedade.